notícia

Uma carta escrita por Rozalba a assassina confessa ou instruída por advogados?

O que ela revela sanidade metal da assassina confessa ou fragilidade da defesa?

Por Elson Lopes
22/09/2021 10:49:14
2568 visualizações  Facebook   

Artes: Luiz Jr/VipSocial/Divulgação

Foi divulgado com exclusividade na manhã desta quarta-feira (22) de setembro pelo site VipSocial de Tijucas mais uma carta escrita por Rozalba Maria Grime assassina confessa de Flávia Godinho Mafra em um crime brutal que ocorreu em agosto de 2020, na cidade de Canelinha, a Capital das Cerâmicas.

Uma carta muito bem escrita para quem sustenta a tese que a criminosa, que cometeu um crime bárbaro jamais registrado anteriormente no estado de Santa Catarina, tenha problemas mentais, algo contestado no primeiro laudo emitido pelo IGP (Instituto Geral de Perícias) em que Rozalba foi considerada mentalmente sã.

Um crime que chocou o país e ganhou repercussão internacional pelo tamanho da brutalidade contra a mãe, o bebê, familiares, amigos e a sociedade. Com exceção da Flávia que não está mais entre nós, todos teremos sequelas para o resto de nossas vidas diante desse caso brutal que envolve diversos crimes já descritos no processo. 

Rozalba preste a enfrentar um júri popular e poderá ter a sua pena reduzida se seus advogados conseguirem de alguma forma, estrategicamente, impressionar os jurados que com certeza já leram essas cartas ou ainda irão ler, com a tese da insanidade mental, algo contestado no primeiro laudo emitido pelo IGP (Instituto Geral de Perícias) de Santa Catarina em que Rozalba foi considerada mentalmente sã. Com certeza Rozalba precisará de tratamentos psicológicos e psiquiátricos, talvez para o resto da vida tendo em vista os “fantasmas” que os rondam nas lembranças do dia em que cometeu todas as atrocidades contra aquela jovem mãe que estava prestes a dar à luz ao seu bebê e alguém lhe tirou esse direito de ser mãe de uma forma inimaginável.

As estratégias da defesa são legais, estão dentro das quatro linhas da constituição federal, faz parte do jogo jurídico, mas são frágeis diante da própria carta escrita com tamanha lucidez. Que venha o júri e que todos os envolvidos em julgar e defender cumpram os seus papéis dentro das leis que serão aplicadas para cada crime cometido naquele nebuloso dia.

Se a carta foi escrita com os pensamentos da Rozalba Maria Grime, existe muita sanidade nela, principalmente no perdido de perdão, onde mostra o sentimento de arrependimento por toda atrocidade cometida diante dos crimes planejados e executados, mas se teve a influência dos advogados demostra a fragilidade da defesa em manter tal tese de insanidade. 

 

Já que estamos falando de carta que tal relembramos uma carta escrita pelo Jornalista Jonas Hames da rádio Super de São João Batista sobre a visão de uma bebê que nem avia nacido, mas que sentiu tudo. 

Relembre
Jornalista do Vale escreve artigo sobre mãe assassinada e emociona milhares de pessoas

 

Carta da Rosalba 

ANTERIOR                       PRÓXIMA

Últimas notícias

® 2016 TopElegance Comunicação e Mídia ME. Todos os Direitos Reservados
Pubblicitae Programação e Comunicação