Política

Enquanto o Brasil discute cloroquina, Reino Unido irá investir milhões no medicamento

Serão adquiridos cerca de 111 milhões de comprimidos da medicação

Por Redação
21/05/2020 09:06:51
7204 visualizações  Facebook   

Foto: /Divulgação

Aqui no Brasil a medicação era vendida no balcão da farmácia sem necessidade de receita, o governo militou muito pelo uso da medicação para paciente já na fase inicial dos afetados pelo covid-19. Iniciou-se uma campanha de demonização da substância em nosso país enquanto isso o Reino Unido irá investir 35 milhões de libras na compra do medicamento.

A caixinha la custa 5.99 libras, o montante que o Reino Unido irá investir garantirá a compra de 111 milhões de comprimidos da medicação.

Enquanto isso no Brasil dificultaram acesso a medicação, se alegando a possível morte pelo uso da cloroquina, mas nunca mencionando, pelo menos por parte da grande mídia, que é aspirina também pode matar em caso de hiperdosagem.

É conhecido o caso do médico David Uip que se curou fazendo uso da medicação, em seguida começou uma onda de ataques ao médico ao ponto de ele declarar que não havia importância no que ele havia tomado.

Ainda nesta semana o presidente Donald Trump informou que há mais de uma semana está fazendo uso da medicação e tem se sentido muito bem uma vez que tem tomado dentro de um limite de dosagem na qual os efeitos colaterais não seriam danosos a sua saúde ou mesmo sequer ocorreriam.

A partir desta semana cloroquina será liberada para uso em pacientes na fase inicial de contaminação pelo coronavírus, só que agora mediante receita médica, resta saber se os médicos em cada posto de saúde em cada pequena média e grande cidade do país, irão ou não receitar esta medicação na fase inicial da contaminação, ou se irá acontecer uma militância política local a fim de impedir o médico de receitar a cloroquina.

Teremos de contar com a ética dos profissionais de saúde, Ja que de alguns políticos isso é impossível.

Enquanto o Brasil discute cloroquina, Reino Unido irá investir 35 milhões de libras na compra do medicamento

ANTERIOR                       PRÓXIMA

Mais Política

® 2016 TopElegance Comunicação e Mídia ME. Todos os Direitos Reservados
Pubblicitae Programação e Comunicação