Política

Vereadores e suplentes sofrem cassação no TRE e ficam inelegíveis

Juízes decidiram por unanimidade manter a condenação

Por Bianca Moretti
15/06/2019 12:14:25
2582 visualizações  Facebook   

Os juízes do Tribunal Regional Eleitoral decidiram, sexta-feira (7), manter a cassação dos vereadores e suplentes de São João Batista envolvidos na “Operação Ressonância” – que apurou um esquema de violação na fila de espera do SUS para exames de ressonância e tomografia, por intermédio de procedimentos irregulares e cobrança de valores dos pacientes.

Diante da condenação, Alécio Boratti (PP) e Carlos Francisco da Silva (PP) perdem o assento na Câmara Municipal e ficam inelegíveis por oito anos; e os suplentes Mário José Soares (PP) e Sebastião Formento Filho (PP), da mesma forma, perdem os direitos políticos.

Acompanhe esta e outras informações exclusivas dos bastidores da região no quadro “Política em Foco” com Léo Nunes, que vai ao ar todas as quintas-feiras no TopNotícias.

ANTERIOR                       PRÓXIMA

Mais Política

® 2016 TopElegance Comunicação e Mídia ME. Todos os Direitos Reservados
Pubblicitae Programação e Comunicação